Linguagem Popular

Tela de Valmir Silva: a linguagem popular do pintor mineiro .

Tela de Valmir Silva: a linguagem popular do pintor mineiro .

No meu trabalho de ambulatório clínico e na psicologia social com as comunidades do cariri paraibano tenho escutado algumas expressões que me chamam a atenção. São expressões que caracteriza uma forma típica de falar do homem do campo e do interior, mas precisamente do cariri paraibano. Estas linguagens populares vão desde erros de concordância verbal, reduções de pronúncia, expressoões idiomáticas e uso de palavras engraçadas. No início, tive um impacto forte ao ouvir certas palavras e formas típicas de falar do lugar. Não acostumei ainda com a linguagem popular dos nativos daquela região… Daí, resolvi pesquisar sobre o assunto e categorizar as expressões que escuto no cotidiano.
Estas são algumas  expressões que sempre me deparo no meu cotidiano:
Em riba = em cima
boinha = boazinha
rodage = estrada
apôe tá = então tá
lengada = coisa engraçada, fora do normal
rebolar no… = jogar algo no lixo ou colocar numa gaveta
bacanagem = bonito
caxete = remédio
entonce = então
pia = olhar algo
sem leme no corpo = sem coragem
istambo impachado = estômago sem funcionar direito
banho de lapada = tomar banho usando um caneco para se molhar
boca preta = adversário político
Mas, como diz uma amiga minha: eu entendo este linguajar pois sou Nordestino!!!
APÔI TOME…
Nordestino não fica solteiro… ele Fica solto na bagaceira!
Nordestino não vai com sede ao pote… ele vai com a bixiga Taboca!
Nordestino não vai embora… ele vai pegá o beco!
Nordestino não diz ‘concordo com vc’ … ele diz ‘Né isso, homi!!!!’
Nordestino não conserta… ele imenda!
Nordestino não bate… ele ‘senta-le’ a mãozada!
Nordestino não sai pra confusão… ele sai pro ‘muído’!
Nordestino não bebe um drink… ele toma uma!
Nordestino não corre… ele dá uma carrera!
Nordestino não brinca… ele manga!
Nordestino não toma água com açúcar… ele toma garapa!
Nordestino não engana… ele dá um migué!
Nordestino não percebe… ele dá fé
Nordestino não vigia as coisas… ele pastora!
Nordestino não sai apressado… ele sai desembestado!
Nordestino não aperta… ele arroxa!
Nordestino não usa zíper… usa ‘rirri’!
Nordestino não dá volta… ele arrudêia!!!

Veja mais neste dicionário de Elias Brandão: DICIONÁRIO POPULAR

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s