Gesto Antagonista

 O Gesto Antagonista consiste na ação do paciente com distonia de tarefa específica em tocar e segurar a parte do corpo afetada. No caso da câimbra do escrivão(writer’s cramp, crampe de l’écrivan e na câimbra do digitador(typist’s cramp), há uma tendência de segurar a mão enquanto escreve ou digita. De acordo com Flavia Q. B. Waissman e João S. Pereira esta característica é menos comum na câimbra do escrivão do que nas outras distonias. No meu caso, esta característica é presente desde há uns 4 anos atrás.
Tem sido muito dificil conviver com esta doença-deficiência. As distonias de Tarefa Específica causam muito sofrimento, pois não é fácil tentar viver uma vida normal, ter pessoas dependendo de você quando se é acometido por uma deficiência neurológica do movimento. Deficiência esta que é diferente das outras por não ser conhecida e nem respeitada como tal.
Para tentar escrever tenho feito uso do botox, porém estou receioso por causa dos efeitos colaterais. Alguns artifícios que tem me ajudado são adaptadores como o engrossador de borracha para caneta, a caneta ergonômica Ringpen e as órteses que passei a usar como sugestão da neurologisa do Sarah Kubitschek de Brasília.
Com relação a digitação tenho feito uso de artificios como o software Motrix da UFRJ, um programa de voz muito bom, similar ao Dragon.

Um pensamento sobre “Gesto Antagonista

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s