Dois Pesos

Estava lendo hoje um Boletim Informativo do Conselho Federal de Psicologia que traz  uma nota de repúdio com  relação a demissão da psicóloga Maria Rita Kehl do Jornal O Estado de São Paulo do qual é colunista há muito tempo. Ela foi demitida arbitrariamente por ter publicado um artigo intitulado “Dois pesos” no qual questionou a desqualificação do voto da população pobre e fez comentários sobre o programa Bolsa Família, do governo Lula.

Eu acho que esta é uma atitude autoritária e anti-democrática.  Neste país, na verdade, o que vale são os interesses de classes, as aparências, a alienação dos mais pobres e o poder hegemônico de alguns poucos que querem viver bem, ter o melhor às custas o indefeso e do mais carente.

E o pior é que este tipo de comportamento não é incomum. Por ai está cheio de ditadorzinho  neurótico – cheio de melindres –  que ao se sentir ameaçado tem atitudes covardes e despóticas. Como diz Foucault no livro Microfísica do Poder: “…o poder pode ser visto nas micro-relações”.   Pois é, o que mais tem nos vários espaços da sociedade são pessoas com este perfil – a maioria das vezes, travestida de bonzinho.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s