Aprendendo com os Erros

HAWMC Day 17: Learned the Hard Way.

O “HAWMC Prompt”  de hoje nos convida a voltar aos erros do passado e  dá uma olhada no que aprendemos da maneira mais difícil.

Eu tenho algumas histórias e lições para contar que aprendi errando e “quebrando a cabeça” como diz o ditado aqui no Brasil.

Eu penso que uma das lições foi o fato de não escutar as orientações dos meus pais e de algumas tias com relação a certas decisões da minha vida. Não dei a mínima atenção ao que eles diziam por rebeldia típica da adolescência e para provocar e agredir. Talvez, se afirmar.

Depois que fiquei adulto, eu comecei a perceber que eles estavam certos, mas as decisões erradas que tomei não tinham mais como voltar atrás.  Tudo isto determinou o meu futuro e a minha caminhada. Como é duro admitir que eu errei ao não escutar os mais velhos e mais experientes.  De vez enquando fico pensando: ” … como eles estavam certos.”

Eu não posso dizer aqui quais foram as decisões erradas que tomei. Só posso afirmar que tudo foi só para mostrar que eu podia fazer o que queria. Um erro de imaturidade adolescente.  Ainda, estou pagando caro por certas teimosias e por não “dá ouvido aos conselhos dos meus pais”. As conseqüências  desse erro foi a modificação de todo o rumo da minha vida…  Às vezes, eu me arrependo, mas  não adianta se arrepender ou se culpar. Fiquei preso há algumas situações da minha vida que não queria por causa de uma teimosia e rebeldia de um adolescente.

… apesar disso tudo, na verdade, eu penso que esta é uma das maneiras que nós aprendemos melhor. É por isso que existe a expressão “é vivendo que se aprende”. É uma parte da vida. Somos humanos, aprendemos por tentativa e erro. Se não vivenciamos a vida, então não sentimos as conseqüências de nossas ações, não nos tornamos pessoas.

A maturidade é construida com erros e quedas, com vivências, interações e não só com palavras. A maturidade é construida também pela observação contínua do nosso comportamento e  do nosso semelhante, pelo exemplo de outros. Quando não damos importância a isto, sofremos muito.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s